sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Segredos, Mentiras e Emoções - Capitulo 28


Assim que chegaram ao apartamento de Katherine a mesmo deixou a bolsa em cima de uma mesa que parecia ter símbolos persas gravado na lateral de cada perna. Se encaminhou até a cozinha e pegou alguma coisa para que ambas bebessem. Escolheu uma vitamina de morango que tinha feito pela manhã. Logo em seguida foi até o quarto e trouxe uma pasta e se sentou de frente para Alex.

-- Comecei a investigar mais a fundo a sua vida, quer dizer as poucas partes na qual você esteve envolvida. Estou fazendo um dossiê de tudo que envolva você e as duas famílias envolvidas. Claro que muita coisa tem ficar de fora, afinal não queremos exposição, pelo menos por enquanto. O importante é descobrir quem são seus pais e por que esta briga por você já dura tantos anos. Quem está se beneficiando com isso? Tenho alguém como suspeito, mas não quero arriscar nada.

-- De quem você desconfia?

-- O engraçado Alex é que mesmo que seja a pessoa envolvida, não direi a você até ter completa certeza. Mas vamos ao caso, só tenho uma coisa a te pedir. Finja que não conheceu o tal cara que morreu. Mesmo para sua família.

-- Mas eles podem ajudar. Sei que não estou falando com ninguém deles, mas acha que as coisas não podem ficar piores se ficarmos escondendo as coisas que descobrimos.

-- Você é tão ingênua. Acho que os anos que ficou em coma deixaram seu sistema e cérebro mais maluco que tudo. É o seguinte, sei que e pedir demais mas vou precisar que se reconcilie com seus pais. Todos eles.

-- Sem chances. Não quero ver nenhum deles, ainda estou muito magoada. Quero apenas uma coisa deles: distância.

-- Vou te dar um tempo, mas o mais sensato é reconsiderar, pois será mais fácil para ter acesso a algumas coisas que pedirei a você. Agora deixa eu te mostrar umas fotos que me passaram. É o seguinte: são do tal cara em locais diferentes. Parece que o mesmo estava falando a verdade. Precisava de dinheiro para furar a fila de transplante que a mulher precisava. Dei um jeito e consegui que ela tenha uma cirurgia marcada para a próxima semana, desta forma ela me autorizou que eu tivesse acesso total a casa dela e informações que o tal cara guardava. Seja lá o que ele sabia, vamos descobrir. Mas você precisa tentar ignorar a história e viver normalmente para não despertar a atenção de ninguém. Não sabemos quem esta por trás de tudo isso e se podem te fazer algum mal.

-- Pode deixar, serei o mais discreta possível. Quanto a meus supostos pais, me de um tempo para decidir o que fazer. Era somente isso?

-- Não! Tenho aqui uma foto que desejo que você tente se lembrar de quem é?- Disse Katherine pegando uma foto escondida por entre alguns documentos. - Veja e me fale se o reconhece. Caso queira levar, esta é uma copia. Qualquer vaga lembrança que tiver sobre ele quero que me diga.

Alex pegou a foto. Era de um senhor aparentando uns 50 anos. Parecia ser médico pois usava um jaleco branco. Ficou analisando por alguns minutos mas a imagem daquele senhor não trazia nada para sua mente.

-- Não faço idéia de quem seja. Nem sei se o vi alguma vez na vida. Por que está me passando esta foto. Se você sabe de alguma coisa, por que não me conta.

-- Alex! Tudo que eu descobrir te contarei nos momentos certos. Tem coisas e pessoas que podem estar envolvidas que preciso ter certeza. Não posso dar um passo em falso ou tudo estará perdido. Já pedi a Hannah para localizar algum dado sobre este senhor. Alias passei uma lista bem grande de fotos para ela. Ela tem como conseguir entrar nos arquivos da policia pela internet. Mas outra coisa que quero que mantenha em segredo, mesmo para qualquer um da turma. Não mencione que a Hannah está nos ajudando, ela precisa de total anonimato para realizar o que estou pedindo.

-- Pelo visto andou contatando o pessoal de longe para me ajudar. Está com medo de alguma coisa. Por que sempre resolvíamos sem ajuda delas.

-- Estou com um pressentimento ruim sobre toda esta história. A Jessica Raimann vai vim ficar uns dias aqui comigo. Ela vai investigar algumas coisas.

-- Por que ela virá pra cá. Não era melhor falar com a Vic. Eu confio nela. Ela certamente me ajudaria no que eu precisasse.

-- Não sei se esta confusão esta te deixando meio ingênua. Quer colocar a vida de sua amiga em perigo. Aquele cara tentou pedir ajuda e foi assassinado. Por que acharia que a Victoria, mesmo sendo uma detetive estaria impune. A Jessica não e conhecida por aqui, é da turma e com certeza será o mais discreta possível nas investigações.

-- Ok! Não acha que irão perguntar por ela quando a verem.

-- Quem por exemplo?

-- Sei lá! A Kamila, o Johnny..

-- Sem chances. Não sabem da existência dela. Tem coisas que eles não precisam saber, são novos. Não há necessidade de saber de todos os integrantes. Já que resolvemos tudo, vou te levar agora para a sua casa, já está tarde e todo cuidado é pouco.

-- To começando a achar que devo andar com um guarda costa do meu lado. – Alex começou a rir imaginando que tinha dito uma besteira.

-- Sabe que não é uma má idéia?

-- Você só pode estar brincando. Primeiro que chamaria atenção. E segundo que não estou a fim de ter uma sombra do meu lado a todo o momento, só disse de brincadeira.

-- E se for uma mulher.

-- Poxa! Ai é sacanagem comigo. To cansada de mulher, quero mais não.

-- Esta se apaixonando mesmo pela Kamila não é. Eu não quero ser chata...

-- Mas já é! – Alex interrompeu Kathy e olhou fixamente nos olhos dela. – Me diga uma coisa Kathy? Por que não quer que eu me envolva com a Kamila?

-- Só quero que evite sofrer por ela. Não tenho nenhum problema que vocês se envolvam, mas conheço a Kamila como a palma de minha mão e tenho certeza que ela só quer se aproveitar de você. Ela precisa mudar em muitos aspectos para poder ter um relacionamento um dia. Quando ela tiver maturidade, ela será uma ótima companheira. Mas ate lá, ela ainda parece aquelas adolescentes que só querem se divertir e não ter nenhuma responsabilidade.

-- Me fez uma análise bem completa dela. Vocês por alguma acaso já tiveram alguma coisa?

-- Sim!

A resposta pegou Alex completamente de surpresa. Não sabia o que iria dizer e se manteve em silêncio.

-- Ei! Não fica assim com esta carinha. Aconteceu à bem tempo, foi só um caso. Ela é toda sua. Só queria te alertar quanto a ela em relação a algumas coisas. Eu não tenho pretensão alguma de ficar com ela novamente, está entendido Alexssandra.

-- Claro! “Por isso ela não se envolve com ninguém. Ainda gosta da Katherine”- pensou Alex.

-- Então! Podemos ir!

-- Vamos. Eu ainda preciso fazer algumas tarefas do colégio.

As duas saíram do apartamento e passaram em um fast food, compraram alguns lanches e foram direto para a casa de Melanie. Por todo o caminho, Alex ficou imaginando o porquê de Kamila não se envolver serio com ninguém depois daquela revelação. Talvez ela estivesse esperando que Katherine voltasse para ela. Ou será que havia mais alguém.

Capitulo 27