sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

Jennifer Beals - Bette Potter

Quem não se lembra da Bette, a toda poderosa de The L World. Minha personagem favorita na série.
Trabalha super bem, seja em seriado ou filmes. E quem não se lembra dela em Flashdance, se não lembra procure o filme pois é muito bom e ela interpreta muitissimamente bem kkkk.

Que babação eu to. Mas a Jennifer merece. O papel em The L World parece ter sido criado para ela. E claro junto com a Tina se tornou um dos maiores casais lésbicos já conhecidos, o famoso Betina. Mas vamos as fotos dessa mulher maravilhosa com o sorriso que para mim é o mais perfeito que existe.

sábado, 14 de janeiro de 2012

Segredos, Mentiras e Emoçoes - Capitulo 27

Kamila deitou de modo que Alex passasse o óleo em suas costas. Ainda nua Alex despejou uma pequena quantidade na mão e esfregou suavemente nas costas de Kamila tentando cobrir todo o corpo dela. O cheiro do óleo por vezes fazia Alex se aproximar da pele de Kamila para aspirá-lo. A mesma percebeu que cada vez mais Alex dava um jeito de tocá-la em algum ponto que despertava sua libido.

Depois de uma sessão de uns vinte minutos passando óleo Alex não conseguiu resistir e sentou no bumbum de Kamila e começou a fazer uma massagem nela. Começou a passar o próprio corpo no de Kamila e quando percebeu já estava esfregando seu corpo no dela. Alex estava sentindo muita vontade de possuir Kamila naquela posição e quanto mais se esfregava, mais vontade tinha de se fundir nele. Praticamente montou em Kamila enquanto cavalgava no corpo dela.

Kamila sentiu aquele sexo quente e encharcado e teve uma vontade enorme de se virar e tomar Alex novamente em seus braços, mas queria sentir cada toque que Alex lhe proporcionava. Aquela dança frenética dos corpos durou alguns momentos e foi quando sentiu que seus braços receberam a força das mãos de Alex que apertou enquanto gozava. Logo em seguida Alex deitou por sobre seu corpo e tentou controlar a respiração. Sem deixar que ela se recuperasse por completo Kamila virou na cama e ficou por cima de Alex e novamente começou a satisfazer a vontade que não passava de tomar Alex em seus braços. As duas ficaram mais algum tempo se curtindo quando se deram conta já era de manhã. Haviam passado a noite toda se amando.

Sem saber o que iria acontecer depois que Kamila abrisse a boca, Alex preferiu se retirar do quarto dela. Foi para o seu quarto e se trancou. Encostou as costas e se deixou cair no chão tão logo as lágrimas começaram a cair por sue rosto. Olhando para o tapete no chão ficou se odiando por ceder sempre que Kamila pedia. Mas não conseguia evitar o que estava sentindo por ela, mas de uma coisa tinha certeza ela também havia gostado. Só que não conseguia evitar pensar que não poderia ter ela só pra si como gostaria.

-- Coração idiota! Por que tem de se interessar por pessoas complicadas? Por que não é normal? Que droga, por que eu fui vim pra cá! – Alex levantou e acabou esbarrando em um vaso em cima de uma mesinha. O vaso caiu e fez um barulho que chamou a atenção de Kamila que estava na frente da porta de Alex, mas sem coragem de bater.

-- Alex! Alex! Você está bem?

-- Estou. Não se preocupe comigo, pode ir para o colégio eu vou em seguida.

-- Mas estamos atrasadas.

-- Kamila me deixa, por favor. Eu quero ficar um tempo sem te ver.

Kamila ficou um tempo sem dizer nada. Pensou em dizer mil coisas, mas nada saia de boca. Quando teve coragem de falar, Alex só ouviu numa voz fraca – Me desculpa!

Alex odiou ouvir aquelas palavras, pois tinha certeza que aquilo significava que ela não iria sequer tentar dar uma chance aquele sentimento. Quando ouviu a porta da sala se fechando pensou que sentiria um alívio, mas um vazio tomou conta de seu coração. Um sentimento de perda que nunca havia sentindo antes. Uma falta de sensação desceu as escadas e ficou rodeando o telefone. Sem sentir pegou o telefone e discou um número. Mas antes que a pessoa atendesse desligou. Estava muito inquieta e logo discou o mesmo número e novamente desligou. Olhou o relógio na estante e saiu da casa de Kamila. Estava muito inquieta que resolveu ir até o ponto de taxi quando ouviu alguém lhe chamando de um carro. Parou para ver se reconhecia a pessoa, mas o carro lhe era estranho.

Era um Peugeot preto e parou bem em sua frente. Notou que o carro tinha um pequeno amassado na dianteira que acabou provocando a perda de pintura numa parte. Assim que viu quem tinha saído do carro não disse nada, olhou para Katherine como se não entendesse nada.

-- Entra no carro, preciso falar com você?

-- Onde conseguiu este carro? Não reparou que a pintura esta faltando em um canto.

-- Mando pintar amanhã. Agora entre no carro.

-- E para onde vamos, sei que não vai dar tempo de chegar no colégio a tempo. Não irão nos deixar entrar atrasadas.

-- Não vamos para o colégio. E sim para meu apartamento.

-- Tudo bem. Nem vou perguntar, mas se esta assim é por que esta sabendo de alguma coisa importante.

As duas seguiram para o apartamento de Katherine quando viram um carro de policia passando atrás de uma ambulância. Era o mesmo caminho pelo qual Katherine havia passado. Alex somente deu uma olhada para ver se conseguia ver alguma coisa.

-- Pelo visto alguma coisa aconteceu ali atrás. Não seria melhor da uma olhada Kathy.

-- E pra que. O que aconteceu lá não vai mudar em nada.

-- Do que você esta falando. Como assim o que aconteceu lá atrás. Você esta sabendo de alguma coisa.

-- Em casa nos conversamos.

-- E por que você não pode me dizer aqui. Katherine você fez alguma coisa. Por que esta dirigindo tão apressada, esta fugindo de alguma coisa. E por que seu carro tem cara que se envolveu em uma batida.

-- Alex você fala de mais. Cala a boca um pouco!

-- Ótimo, meu dia já estava ruim e agora vai ficar pior. Dá para me falar o que é?

Katherine parou em um acostamento, olhou para Alex e resolveu explicar.

-- Houve uma batida ali atrás. Melhor um atropelamento. Aquele cara de ontem que esteve te perseguindo.

-- Você matou ele?

-- Deixa de ser ridícula! Não fiz isso. Mas se acha que eu fiz é por que não confia em mim. Alguém atropelou ele e eu tive de bater com o meu carro no do responsável.

-- E por que faria isso.

-- Por que o carro dele estava sem a placa traseira. Precisava de um motivo para pegar a placa do cara. Mas ele não me deixou vê-la, arrancou com o carro e foi embora sem prestar socorro. Você não entende. Ele matou aquele cara com um carro sem placa para na ser rastreado.

-- Um homicídio. E por que matar um cara no meio de tanta gente.

-- Acredito que ele teve ajuda. O tal cara devia estar mesmo falando a verdade, que sabia sobre a sua mãe, mas se há muita gente por trás precisamos tomar cuidado. Não acho que queiram fazer mau a você, por que senão já teriam feito, mas não fale nada para ninguém.

-- A Victoria pode nos ajudar. Já cogitou falar com ela.

-- Sem chances, alguém fora da turma não é confiável. Vou entrar em contato com alguém que já conheçamos. É mais confiável, fora que há certas coisas que não podem ser de conhecimento de quem não é da turma. Agora vamos, ainda preciso verificar uns arquivos no departamento da polícia.

-- Você viu o rosto do cara.

-- Sim. Vou passar as características e verei se bate com algum suspeito que já tenha sido preso alguma vez. Você esta com uma cara, o que aconteceu?

-- Nada. Minha noite foi ótima, mas acordei péssima.

-- Não acha que esta se envolvendo demais com a Kamila não. Não gostaria de te ver sofrendo, pelo menos não por alguém da turma. A Kamila não é para se amar, sabe como ela trata os sentimentos. Faça o possível para não se envolver mais, precisamos descobrir o que esta por trás de sua história e estando com ela você não terá tempo pra nada.

-- Como assim? Por que não terei tempo para nada.

Katherine não disse nenhuma palavra o que deixou Alex ainda mais curiosa. Por que Kamila não deixaria que ela fizesse nada. O que ela estava escondendo por trás daquela máscara de uma pessoa que não se envolve com ninguém.


CAPÍTULO 1     CAPÍTULO 2     CAPÍTULO 3     CAPÍTULO 4   CAPÍTULO 5
CAPÍTULO 6     CAPÍTULO 7     CAPÍTULO 8  CAPÍTULO 9     CAPÍTULO 10  
CAPITULO 11   CAPÍTULO 12  CAPÍTULO 13  CAPITULO 14    CAPITULO 15
CAPÍTULO 16  CAPÍTULO 17  CAPÍTULO 18   Capitulo 19   Capítulo 20  
Capitulo 21  Capitulo 22    Capitulo 23  Capitulo 24   Capitulo 25  Capitulo 26

domingo, 8 de janeiro de 2012

Enquete Casais - Bo e Laurem

Hoje começarei a postar as imagens dos casais. Não vou começar pela sequência, irei direto para o casal númeo dois Bo (GOSTOSA) e Laurem. Claro que serão imagens intimas pois é para ficar melhor mesmo kkkk. Quem sabe conseguem mais votinhos.

Sobre a enquete, mesmo que a ultima alternativa ganhe, ou seja, Outro casal que esqueci de por aqui kkk, valerá quem teve mais votos. Pois é claro que não iria colocar uma Bete e Tina aqui de início, pois ganhariam logo. E também não coloquei mais casal de uma mesma série, senão colocaria a Dylan e a Helena que eu tanto adorava em The L Word.

E se não colocarem o nome dos casais que vocês acham que estão faltando aqui, pode ser que da próxima eu esqueça também, pois são tantos casais e tenho de dividir em partes. Então se puderem avise qual casal faltou para vocês que dá proxima coloco aqui. Digo um que arrependi por não ter posto, mas logo estará aqui Crisabel sendo que eu particularmente só apaixonada pela Isabel, mas a Cristina é bem legal.

Deixando a enrolação de lado, vamos as fotos e como esqueci pois sou doida, Feliz Ano Novo atrasado kkk. Muita paz, felicidade, amor e saúde para todos.

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Segredos, Mentiras e Emoções - Capitulo 26

Kamila ficou admirando Alex por alguns segundos, desligou o chuveiro e caminhou em sua direção. Um caminhar devagar de modo que para Alex ela estava andando em câmera lenta. Com um andar sensual que não era possível Alex olhar para nenhuma outra direção a não ser para ela.

Alex sequer desviou o olhar e não fez nenhum movimento enquanto Kamila se aproximava e mais perto dela sentiu o aroma do corpo recém saído do banho. Olhou para a água escorrendo pelo corpo dela e desejou intimamente secar cada gota com a sua língua.

Vendo desejo por seu corpo nos olhos de Alex, Kamila se aproveitou e a tocou com uma das mãos na cintura de Alex e com a outra a empurrou para a parede. A guiava enquanto encostou seu corpo nu no de Alex que sentiu um pequeno tremor e percebeu que os pelinhos do seu braço estavam eriçados, enquanto olhava fixamente em seus olhos tocou seus lábios no pescoço de Alex e começou a beijar, lamber e dar pequenos mordidas em sua pele. Enquanto sentia que uma das mãos de Alex percorria o seu corpo com uma vontade insana de ser tomada por ela.

Kamila tentou prolongar o máximo os beijos e as sensações que provocava no corpo de Alex. Enquanto beijava suas mãos deslizavam pelo corpo de Alex. Sem retirar nenhuma peça de roupa do corpo dela, Kamila percebia o quanto ofegante já estava. Virou Alex de modo a ficar com o rosto virado para a parede e com uma das pernas entreabriu as pernas de Alex deixando-a visivelmente excitada com aqueles toques. Puxou os cabelos de modo a ter espaço na nuca e com isso começou a mordiscar o pescoço dela. Uma das mãos foi direto na calça dela de modo a perceber o quanto excitada ela estava. Assim que notou o quanto havia deixado Alex molhada Kamila guiou Alex para o Box e com calma foi retirando as peças de roupas que foram jogadas próximas ao cesto de roupa suja. A recostou na parede e bem baixinho falava algumas palavras sacanas no ouvido de Alex que ao invés de ficar sem graça acabou se excitando ainda mais.

Alex imaginou sentir tantas mãos de Kamila que com tanta agilidade fazia parecer que suas mãos estavam multiplicadas, devido a toques por todo o seu corpo. Começou a desejar ainda mais de Kamila e quando esta se pôs de joelhos e começou a lamber seus seios, abocanhando cada um de modo a tentar colocá-lo todo em sua boca sentia que o gozo estava se aproximando, e quando a boca de Kamila chegou em sua vulva que já estava completamente molhada, Alex tentou evitar ao máximo que nenhum barulho saísse daquele cômodo, mas foi impossível. Seus gemidos agora mais altos excitavam Kamila de uma forma que ela não conseguia sair daquela posição até conseguir o que desejava. Kamila fazia o possível para prolongar cada minuto com Alex. Sua língua fazia movimentos devagar por todo o sexo, passando calmamente e por hora com uma certa força provocando espasmos em Alex que já sentia que não agüentaria ficar naquela posição por mais tempo. E depois de alguns minutos percebeu o tremor no corpo de Alex que se contorceu e liberou o gozo na boca de Kamila que não saiu daquela posição mesmo com a fraqueza nas pernas de Alex.

Respirando ofegante e ainda sentido todas aquelas sensações em seu corpo, Alex foi guiada por Kamila até o quarto onde deitou e ficou vendo-a se encaixar por entre suas pernas que foram completamente abertas deixando seu sexo exposto. Notou o rubor no rosto de Kamila e adorou o quanto esta parecia demonstrar que estava amando o que via. E quando a mesma passou a língua pelos lábios, Alex não conseguiu evitar e soltou um gemido de prazer por sentir que também era muito desejada. Não esperou pelo próximo passo de Kamila, a puxou de encontro a seu corpo e começou a beijá-la enquanto suas mãos tomaram vida própria para acariciar e conhecer ainda mais aquele corpo que a fascinava, que dava-lhe um prazer maravilhoso.

Seus esforços por dominar o corpo de Kamila não duraram muito, quando mais pensou que seria a sua vez de dar prazer a Kamila, esta tomou novamente a posição de dominadora na cama. O beijo que se seguiu foi totalmente diferente do que havia recebido a alguns momentos atrás. Era mais calmo e parecia que Kamila queria conhecer cada pedacinho de sua boca. Aquele beijo a acendeu de uma forma que tentou se controlar, gemendo baixo mas a medida de Kamila avançava com a língua sentia que iria gozar novamente. Kamila percorreu o corpo dela todo e parou onde mais adorava, na vulva de Alex, lambeu cada sentimento enquanto com as mãos segurava nas nádegas de Alex. Começou a dar estocadas com a língua e Alex não se permitiu abafar mais nenhum som. Os gemidos estavam cada vez mais alto e num espaço curto de tempo. Enquanto se lambuzava com Alex, Kamila só pensava no quanto estava excitada e como não havia sentindo aquele prazer com seu namorado. E era ela quem estava fazendo todos os movimento e mesmo assim sentia que seu gozo estava próximo sem sequer ter sido tocada por Alex. Cada gotícula de suor da pele de Alex era como se fosse um néctar de prazer que Kamila sugava. Não sabia de onde vinha força para ter tanto prazer por uma mulher, mas estava adorando cada minuto.

Era certo que já havia ficado com outras mulheres, mas o prazer que Alex estava lhe proporcionando era algo nunca sentindo por ela antes, que a princípio se assustou com toda aquela entrega. Talvez tivesse sido este o seu problema, não se entregar por completo a uma pessoa.

Enquanto imaginava este dilema em sua vida, continuou dando e recebendo prazer de Alex que até então já estava completamente entregue aos desejos que sentia por Kamila. Assim que Kamila introduziu dois dedos em Alex e começou a dar estocadas leves e alternando com movimentos mais fortes, começou a sentir um enorme prazer naquela ação e não soube quanto tempo ficou naquela posição, nem tampouco reparou quantas vezes sentiu Alex gozar em seus dedos. Só chegou a exaustão quando deitou por cima do corpo de Alex e ficou sentindo o cheiro do prazer grudado em seu corpo. Levou os dedos que havia tocado Alex próximo ao rosto e ficou sentindo aquele cheiro e sorrindo sem que Alex pudesse ver.

Alex continua com a respiração entrecortada, o coração pulando de felicidade por estar mais uma vez nos braços de Kamila. O peso dela por sobre seu corpo lhe dando um conforto que não havia sentido antes.

-- Vamos tomar um banho? – perguntou Kamila.

-- Tudo bem! Mas com uma condição?

-- E qual seria esta condição?

-- Posso passar óleo em você.

Kamila fez cara de quem sabia onde aquilo iria levar, mas deu um sorriso e concordou com a cabeça. Levantou sob o olhar faminto de Alex e pegou um vidrinho de óleo de menta e alecrim, seu favorito. Logo em seguida colocou o mesmo na cabeceira da cama e conduziu Alex até o banheiro de onde só saíram depois de fazerem amor debaixo d’água. Ao sair do banheiro Kamila se perguntou se deixaria mesmo Alex passar o óleo nela, já estavam bastante envolvidas. Mas o olhar que Alex lhe lançou quebrou toda a sua reserva e a acabou deitando de modo que Alex passaria o óleo em suas costas.

 
CAPÍTULO 1     CAPÍTULO 2     CAPÍTULO 3     CAPÍTULO 4   CAPÍTULO 5 
CAPÍTULO 6     CAPÍTULO 7     CAPÍTULO 8  CAPÍTULO 9     CAPÍTULO 10  
CAPITULO 11   CAPÍTULO 12  CAPÍTULO 13  CAPITULO 14    CAPITULO 15
CAPÍTULO 16  CAPÍTULO 17  CAPÍTULO 18   Capitulo 19   Capítulo 20  
Capitulo 21  Capitulo 22    Capitulo 23  Capitulo 24   Capitulo 25 

segunda-feira, 2 de janeiro de 2012

Enquete - Casais

Bem pelo visto eu me esqueci de alguns casais, mas vamos fazer o seguinte já que esqueci do lindo casal Julia e Mariana e tantos outros, esta será apenas uma das enquetes. Para esta votação são estes casais, mas nada impede de vocês citarem outros. Um comentário sempre é bem vindo. Vou ver se coloco uma imagem de cada casal assim vocês poderão identificar quem são seus preferidos.

Eu a princípio tinha uma escolha, que agora nem sei mais. Gosto de todos e acho cada um mais fofo que o outro. A Will e Tara eram tão perfeitas juntas que mereciam uma série somente para elas. A Bo e a Lauren nem se falam, química no primeiro toque kkkk. Spencer e Ashley, nossa meu casal fofo que adoro demais, Shane e Carmem, lindas demais juntas, pena que a autora fez o péssimo favor de separá-las e por fim sem comentários, os olhares bastam para Pepa e Silvia.

Então, faça sua escolha.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Being Erica

Hoje falarei de uma série incrível que passa no Canadá e já tem disponível para baixar em alguns sites.  Being Erica.

Conheci a série pelo episódio 9 da primeira temporada, onde a Erica (Erin Karpluk) volta ao tempo e encontra sua melhor amiga Cassidy (gostosa) Holland que é interpretada pela maravilhosa, linda e gostosa de novo Anna Silk que mesmo com seus 37 anos é super, ultra .... (nem falo). Se já disse gostosa eu repito então.

A Anna Silk aparecerá mais por aqui pois até que enfim viram que ela tem talento de sobra ( e tem mesmo) e é a protagonista do seriado Lost Girl que tambem colocarei imagens. Por isso me apaixonei pela Bo e ela me lembrava alguém. Era a Cassidy gostosa. Deixando de lado minha babação, vamos as imagens, mas não deixem de conferir a série é muito boa e o Canadá tem mostrado que pode fazer seriados tão bons quanto dos Estados Unidos e tem hora que são até melhores.